Tratamento

Com mais de trinta anos de serviços prestados, o tratamento oferecido pela Comunidade Saber Amar une aspectos fundamentais:

  • hierarquia organizacional;
  • possibilidade de diálogo;
  • convivência didático-temporária.

É uma microsociedade que une a abstinência das substâncias lícitas e/ou ilícitas, com um modelo (re)educativo que objetiva auxiliar a geração de autonomia pessoal nos residentes.

1ª fase médico/medicamentoso – 3 meses

Nessa etapa inicial o residente é submetido à avaliação semanal do médico responsável, sendo medicado para superar o período inicial da abstinência. O objetivo desta alternativa é minimizar o momento crítico de ruptura com o uso da(s) substância(s) química. As avaliações médicas determinaram o tipo e a quantidade de medicações que serão ser utilizadas.

2ª fase Convivência I – 3 meses

Nessa fase o residente tomará ciência do conjunto de regras que norteia a vida coletiva. Questões como convivência com os pares, interação com a figura da autoridade, solucionamento maduro e racional dos conflitos diários, são os objetivos a serem atingidos.

3ª fase Convivência II – 3 meses

O residente nessa etapa passará a atuar na vida comunitária com maior liberdade e autonomia. As tarefas que deverá participar são de valor didático, com a finalidade de ampliar o senso de responsabilidade social.

4ª fase reintegração – 3 meses

Conjuntamente: família, residente e Comunidade Terapêutica, podem traçar um projeto de vida que venha ajudar a alicerçar a recuperação. Uma das propostas diz respeito aos estudos; as possibilidades de trabalho, e demais situações que motivem o residente a manter-se no quadro de abstinência, acrescendo valores práticos à sua existência pessoal.

Os comentários estão encerrados.